sexta-feira, 14 de junho de 2013

Soneto da Incompletude

Que palavras poderei proferir
Se, em tua reserva, faço-me ausente,
Não me atrevo a feri-la, evidente.
Apenas para fazê-la sorrir?

Distância que não se sabe medir,
Na ânsia em fazer passado presente.
Coração vazio de um homem carente
não bate, ocupa-se pelo pungir.

Raiará o dia da redenção.
Correrei os campos da plenitude,
Regarei o meu jardim com amor.

Em soneto italiano, canção
Que entoarei como minha virtude
se tornar a florescer minha Flor.


Que tal uma canção? Clique aqui e deleite-se.

12 comentários:

  1. Arrisquei um soneto em 27.05.2013...

    Aos moldes de Petrarca, versos decassílabos, inicia na problemática e encerra-se na solução...
    São rimas fracas, mas achei válida a primeira tentativa.

    É um formato de que gosto muito.

    ResponderExcluir
  2. Grande Lucas... visitei hoje "seu cantinho".
    parnasiano, gostei do soneto.
    Quem me fez gostar de sonetos foi Vinícius (o de Moraes).
    Li alguns... até esse.. vou deixar para ler os outros depois... pequenas doses.
    abraços, Mário. (amigo do seu pai, marido da Luciana que foi assessora a festa da Gi).
    p.s. : se tiver um cantinho para um poeta visitante, me fale... que mando alguma angústia minha..rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem precisa se identificar, já sei quem é, Mario!

      Fiquei muito feliz com a visita e com o comentário.

      Esse foi meu primeiro soneto, também gosto do formato.
      Não conheço quase nada dos sonetos do Vinicius, mas comprei esses dias (chegou hoje, aliás) "Livro de Sonetos" dele, para me aprofundar.

      Novamente, obrigado pela força! E sinta-se à vontade para desfrutar de suas doses!

      Abraço.

      P.S.: sobre suas angústias, eu gostei da ideia! Pode me mandar, vou pensar em alguma maneira de testar isso...

      Excluir
  3. Gostei do teaser no youtube! Parabéns! Fico no aguardo de mais!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, o soneto da incompletude ficou muito bonito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês podiam - E deviam - Musicar mais poemas! Há planos para fazer mais?

      Excluir
    2. Na verdade, há sim. Outro poema que já esta no blog também ganhará voz!

      Excluir
    3. Excelente, de verdade. Fico no aguardo!

      Excluir